Pedágios têm aumento de 8,05% a partir de hoje; veja como fica na região de Campinas


 As principais rodovias de São Paulo terão alta de pedágio a partir desta quinta-feira (1º). O reajuste, de 8,06%, foi autorizado ontem (25) pela Artesp (Agência Reguladora dos Transportes Rodoviários no Estado).


Na região de Campinas, o valor mais caro ficou na Rodovia Santos Dumont, que o pedágio passará a custar R$ 15,20 na praça de Indaiatuba.


Na região estão autorizadas a fazer o aumento das tarifas as concessionárias CCR Autoban, AB Colinas, Renovias, Rota das Bandeiras e a Rodovias do Tietê


Na Rodovia Anhanguera, a praça localizada em Nova Odessa, o valor de pedágio vai subir para R$ 9,30. Já na praça de Valinhos a taxa vai passar a R$ 10,50.


Na Rodovia dos Bandeirantes no pedágio de Sumaré o valor da tarifa será de R$ 9,30. A tarifa mais cara da região ficou na Rodovia Santos Dumont na praça de pedágio de Indaiatuba que vai passar a custar R$ 15,20.


Segundo o órgão, o percentual se baseia na evolução do IPCA de junho de 2020 a maio de 2021.


O aumento vale para as rodovias administradas pelas 17 empresas que integram as primeiras etapas do programa de concessões de SP.


Novos valores nas praças da região de Campinas:


  • Pórtico Campinas - Engenheiro Ermênio de Oliveira Penteado (SP-075) 70+650 - R$ 2,20
  • Indaiatuba - Engenheiro Ermênio de Oliveira Penteado (SP-075) 060+800 - R$ 15,20
  • Indaiatuba - bloqueio Engenheiro Ermênio de Oliveira Penteado (SP-075) 062+000 - R$ 15,20
  • Pórtico Jaguariúna - Professor José André de Lima (SP-340) 123+500 - R$ 6,90
  • Monte Mor - Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101) 029+700 - R$ 8 e R$ 4 para moto
  • Paulínia A - Professor Zeferino Vaz (SP-332) 135+500 - R$ 9,50 e R$ 4,75 para motos
  • Paulínia B - Professor Zeferino Vaz (SP-332) 132+550 - R$ 13,20 e R$ 6,60 para motos
  • Paulínia Jardim Betel - Professor Zeferino Vaz (SP-332) 119+100 - R$ 4,40 e R$ 2,20 para motos
  • Pórtico Paulínia A - Professor Zeferino Vaz (SP-332) 135+500 - R$ 5,10 e R$ 2,55 para motos
  • Pórtico Paulínia B - Professor Zeferino Vaz (SP-332) 132+550 - R$ 4,40 e R$ 2,20 para motos
  • Sumaré - Bandeirantes (SP-348) 115+520 - R$ 9,30
  • Valinhos - Anhanguera (SP-330) 082+000 - R$10,50


CAMINHONEIROS RECLAMAM


Lideranças de caminhoneiros avaliam que o aumento de 8% no preço do pedágio em SP, autorizado pela Artesp pode mobilizar a população, que será mais impactada, a apoiar outros pleitos da categoria, como a reclamação pelo preço do combustível.


Segundo Marcelo da Paz, representante dos motoristas de Santos, quem deve arcar com a alta é o embarcador, mas o aumento é um agravante no contexto atual de insatisfação dos caminhoneiros.


Everaldo Bastos, diretor da Fetrabens (Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Cargas em Geral do Estado de São Paulo), diz que o reajuste veio em péssimo momento. "Vamos analisar os motivos para esse aumento. Não é coerente porque não vem acompanhado da manutenção das rodovias", afirma.


Para José Roberto Stringasci, presidente da ANTB (Associação Nacional do Transporte Autônomos do Brasil), a preocupação maior da categoria ainda é o valor dos combustíveis, que tem gerado discussões sobre uma possível paralisação dos caminhoneiros. (COM INFORMAÇÕES DA FOLHAPRESS)


Fonte: ACidadeOn


Pedágios têm aumento de 8,05% a partir de hoje; veja como fica na região de Campinas Reviewed by Fernando Mendes on Rating: 5

Nenhum comentário:

2021 © Fernando Mendes - Todos os Direitos Reservados.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.