Nota de esclarecimento – PRB não recebeu dinheiro da Odebrecht

Brasília, 18 de fevereiro de 2017.
O Partido Republicano Brasileiro (PRB) nega que o presidente nacional licenciado do partido, Marcos Pereira, ou outra pessoa em seu nome tenha recebido da Odebrecht quantia em dinheiro proveniente de caixa 2 para a campanha de 2014.
A reportagem do jornal O Estado de S.Paulo não corresponde à verdade dos fatos, o que se mostra esperado, pois adotou palavras unilaterais de delação premiada, a qual nem mesmo teve o sigilo levantado pelas autoridades competentes.
Surgem, assim, frases genéricas que não têm forma ou conteúdo de prova, como, por exemplo, “negociou um repasse”, “os recursos entregues em dinheiro vivo compraram o apoio” e “na época Pereira tratou pessoalmente do assunto”. Tudo para chegar à inverídica afirmação de que o PRB teria vendido seu apoio à candidatura da presidente Dilma.
Vale lembrar que, à época, o PRB tinha apenas 8 deputados federais e o menor tempo de televisão entre os partidos que apoiaram a candidata do PT.
A convenção que definiu o apoio ao PT aconteceu nas últimas horas do último dia possível, porque Marcos Pereira tentou até o fim levar o PRB para outro projeto, o que acabou não acontecendo por questões conjunturais.
Convém registrar ainda que, na convenção do dia 30 de junho de 2014, com a presença do então ministro Paulo Bernardo, Marcos Pereira fez um discurso recheado de críticas ao governo Dilma e condicionou a manutenção do apoio à melhora da economia, entre outras medidas que a Executiva achava cruciais – inclusive se posicionando contra a regulação da mídia.
Marcos Pereira esteve na sede da Odebrecht por duas vezes para tratar de doações de campanha dentro da lei, como é praxe aos dirigentes partidários, quando as regras eleitorais ainda permitiam arrecadar recursos empresariais. No entanto, nenhum valor foi destinado ao partido.
A acusação, em suma, se apresenta irresponsável ao tentar macular Marcos Pereira, cuja atuação no Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços conta com o atendimento de quase 800 agendas em nove meses de gestão e com o avanço em temas importantes para o País.
Marcos Pereira encontra-se à disposição de quaisquer autoridades públicas e almeja, rapidamente, poder trazer os esclarecimentos necessários para pôr fim a este absurdo.
Partido Republicano Brasileiro – PRB 
Executiva Nacional
Nota de esclarecimento – PRB não recebeu dinheiro da Odebrecht Reviewed by Fernando Mendes on Rating: 5

Nenhum comentário:

2021 © Fernando Mendes - Todos os Direitos Reservados.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.